Início do conteúdo

Recursos Captados


Os recursos captados individualmente pelos docentes do Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Medicina Tropical do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), em 2012, abrangeram um total de 91 projetos. Entre as instituições financiadoras de projetos do Programa estão a Agência Nacional de Pesquisa em Aids e Hepatites Virais (ANRS), a Comunidade Econômica Europeia, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), a Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), a Bayer do Brasil, a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o Instituto Pasteur (França), os National Institutes of Health (NIH/EUA), o Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde Pública (PDTSP/Fiocruz), o Programa de Expansão da Educação Profissional (Proep), o Programa Estratégico de Apoio à Pesquisa em Saúde (PAPES), o Programa Nacional de Controle da Malária (PNCM/MS), o Programa Nacional de DST e Aids (MS), a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/MS),  a União Europeia e  a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Medicina Tropical tem apoiado outros Programas de Pós-graduação Stricto sensu do Instituto Oswaldo Cruz no Programa Equipamento Solidário da Capes no triênio, com a captação de recursos para a aquisição de equipamentos, disponibilizados também para estudantes do Programa.
 

*Atualizado em 09/08/2013.

Voltar ao topoVoltar